GLAN - Grêmio Literário de Autores Novos
"Um Celeiro Cultural"
"Um Celeiro Cultural"
O GLAN
Novidades e Eventos
Poesias
Contos
Humor
Galeria de Fotos
Nelita MariaTeixeira

 

 

Nelita Maria da Silva Teixeira

 

A Chaminé.

 

Região de muita terra!

Um rio, montanha e prados;

Aqui viviam dois povos,

Os Puris e os Coroados.

 

Nessa imensa região,

Outrora sertão “bravio”,

Depois mui ricas fazendas,

De café era o plantio.

 

O gado e as plantações,

O progresso ia chegando.

O engenho de açúcar,

A minha gente empregando.

 

Quando eu fui construída,

Em 1903

Fui orgulho do meu povo,

Como hoje de vocês.

 

Assisti a toda mudança.

As ruas sendo calçadas,

Luz elétrica chegando,

Nas casas água encanada.

 

E o movimento aumentando.

Máquinas pra todo lado,

Mineiros e nordestinos.

Trabalho tinham um bocado!

 

Perguntei: que será isso?

Que rebuliço, afinal!

O progresso ali estava:

Siderúrgica nacional.

 

Tudo foi sendo mudado.

Nem gado, nem café.

Muita coisa derrubada,

Só eu continuo em pé!

 

E o povo participando

Com muita animação

Por causa da CSN

Veio a emancipação!

 

Quem mais marcou seu 

Progresso,

Foram os trabalhadores.

Operários conscientes

De direitos e deveres.

 

Eles fizeram a história

Sou testemunha e dou fé.

Quem lhes fala essa verdade

É o marco histórico:

A chaminé.

 

 

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 

 

Nelita Maria da Silva Teixeira

XXI Coletânea de Contos e Poesias do GLAN

 

Ciclopes Cidadãos

 

De plagas distantes

Chegaram ciclopes

Pra forjar o aço,

Erguer a cidade,

Conquistar seu espaço.

E o oitavo distrito

Ficou dividido:

Cidade operária

Toda planejada

E a cidade velha

Desorganizada.

 

Idealistas surgiram

Do meio do povo

Movimentos criando

Pra reerguer a cidade

E torná-la gigante.

Cidadãos valentes

Unidos na luta com

Garra e coragem

Queriam união

E um só pensamento;

Emancipação!

 

Por isso, a batalha,

De um sonho maior;

Juntar as metades

Pra ser município

Com vida e vigor.

Por esses valentes

De corpo e de mente

É que Volta Redonda

Se emancipou!

 

Cosme Custódio
Dora de Araujo
Icléa C. Goulart
Ivanildo M.Gonçalves
José Luiz
Luiza P.Marconi
Maria C. Fleming
Nathalia L. Chaves
Pinhal Dias
O GLANNovidades e EventosPoesiasContosHumorGaleria de Fotos