GLAN - Grêmio Literário de Autores Novos
"Um Celeiro Cultural"
"Um Celeiro Cultural"
O GLAN
Arquivo
Poesias
Contos e Crônicas
Humor
Galeria de Fotos
Poesias

Ivanildo

Alexandre Magno Magalhães Vieira

Sempre Caminhei

Quiseram impor aquilo que eu deveria ser,
tentaram influenciar as minhas atitudes,
dizendo que a vida é dos mais fortes,
mas sempre caminhei com minhas próprias idéias...
Os homens faziam os seus arsenais atômicos,
a vida parecia cruel e absurda,
toleravam o preconceito étnico,
mas sempre caminhei com minhas próprias idéias...
A faca amolada decepando corpos já mutilados,
homens consumindo homens,
o nosso país em movimentos estéreis,
mas sempre caminhei com minhas próprias idéias...
A tristeza de amizades que partiram,
os amores que se perderam com a minha juventude,
o absoluto e o mutável,
mas sempre caminhei com minhas próprias idéias...
Agora me sinto vivo,
compreendo,
porque
sempre caminhei...

 

 

 

 

 

 

 

 

Templo Divino

Sempre Caminhei

O GLANNovidades e EventosPoesiasContosHumorGaleria de Fotos