GLAN - Grêmio Literário de Autores Novos
"Um Celeiro Cultural"
"Um Celeiro Cultural"
O GLAN
Novidades e Eventos
Poesias
Contos
Humor
Galeria de Fotos
Poesias

Ivanildo

Ivanildo Martins Gonçalves

Voz de Ouro

XXIII Coletânea de Contos e Poesias - 2008

Sua doce voz ecoa,
nos confins da minha mente
e fico sorrindo a toa,
como um tolo adolescente.

Ó suave flor dos sonhos,
que o poeta colhe em pranto
entre receios medonhos,
entoando um leve canto.

Não é um pranto sofrido,
mas o receio é de dor
de que o canto nunca ouvido,

Embalado em voz de ouro
torne-se um canto de amor,
e esse amor, o meu tesouro!

Voltar

  

 

 

 

 

 

 

 

Outras Poesias do Autor

O GLANNovidades e EventosPoesiasContosHumorGaleria de Fotos